Notícias

Notícias de Brumado e Região

Publicidade

Notícia

BRUMADO NO COMBATE DA VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Chico Xavier está promovendo, em Brumado, os ‘16 dias de Ativismo’ pelo fim da violência contra a mulher. A cidade está, pela primeira vez, aderindo a campanha, que já ocorre, anualmente, em vários países e é um forma de conscientizar a sociedade para uma maior participação contra esse crime, por meio do apoio à mulher. Segundo relatório apresentado pelo Creas, em atividade há dois anos, nesse período, já foram registradas mais de 300 ocorrências no órgão, das quais 59 são de violência contra a mulher. “As mulheres sofrem violência, constantemente, e as pessoas não tem coragem de denunciar. Em Brumado, as denúncias estão muito abaixo da realidade”, relatou Janine Caldeira, assistente social da entidade. Caldeira declarou ainda que as mulheres que sofrem violência doméstica são dependentes financeiramente de seus maridos e isso as impedem de denunciá-los, visto que elas temem pelo suprimento familiar. Desde o início da campanha, em 24 de novembro, já foram realizadas várias palestras na sede do Creas e em diversas empresas que aderiram ao movimento. Na próxima quinta-feira (08), será realizado um simpósio, na sala de treinamento da Prefeitura, com presença do Coordenador da 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), Leonardo Rabelo, e um representante da Polícia Militar (PM). Na ocasião, os convidados irão expor sobre como a polícia atua no combate a violência contra a mulher. Além disso, o professor José Walter Pires também estará presente, propondo aos ouvintes uma dinâmica de conscientização. O encerramento das atividades ocorrerá na sexta-feira (09), no Centro de Referência, localizado na Praça João Romão, bairro Dr. Juracy, onde serão oferecidas três oficinas apresentadas pelo Creas, em parceria com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e Polícia Militar (PM). “Estamos aderindo esta campanha para reforçar e buscar o apoio da sociedade, a fim de juntos abraçarmos a luta pelo fim da violência contra a mulher”, ressaltou Maria Nicéia, coordenadora do Creas.
Fonte : brumado noticia

Publicidade